4ª Maratona Internacional Idanha-a-Nova

Na sua quarta edição, beneficiando do estatuto de maratona referência, Idanha-a-Nova acolheu mais de meio milhar de betetistas. Com um dia fresco e pouco soleado, que contibuiu para a prática da modalidade, o percurso, com 2.450 mts de desnível positivo acumulado em 104 kmts de distância a percorrer, revelou-se exigente. Este percurso levou os participantes a lugares de grande beleza, como na zona do Rio Erges e Salvaterra do Extremo, em longos single track´s, as suas duras calçadas, Zarza La Mayor e o seu excelente abastecimento, a Barragem Marechal Carmona, e por fim a inesquecível e super íngreme calçada às portas de Idanha, que para quem a fez sem por o pé no chão após 100 kmts, é mesmo inesquecível!

O GEDA fez-se representar pelo João Sanguinho, que dispendeu 6:44:23 para percorrer os 104 Kmts, obtendo a posição 97ª de 314 que concluíram na classe maratona.

A prestação da organização foi de bom nível, excelentes marcações do percurso, muitos e bons abastecimentos, boa refeição final. Sem contar para taça de maratonas, mesmo assim teve cobertura televisiva.

Por tudo, sem dúvida, um evento apetecível.

Comments are closed.